O Lado Oculto é uma publicação livre e independente. As opiniões manifestadas pelos colaboradores não vinculam os membros do Colectivo Redactorial, entidade que define a linha informativa.

O TSUNAMI CHILENO COMO PRODUTO DO NEOLIBERALISMO

O que está a passar-se no Chile é mais um desmascaramento das veias predatória e repressiva do regime de neoliberalismo, por sinal no país onde foi aplicado pela primeira vez de maneira nua e crua, sob o controlo da ditadura fascista de Pinochet. A transição para a “democracia” manteve a ditadura económica intacta, pelo que a sublevação popular em curso traduz o facto de o Chile, segundo o Banco Mundial, ser um dos oito países mais desiguais do mundo.

COMBATE-SE O NEOLIBERALISMO NAS RUAS DO EQUADOR

No Equador luta-se contra o neoliberalismo e o seu cortejo de arbitrariedades, violência, austeridade e abolição de direitos. Depois de uma década de avanços sociais com as administrações de Rafael Correa, a traição de Lenin Moreno, a pressão colonial e o autoritarismo do FMI assumiram o poder e desmantelam o que foi alcançando com a Constituição de 2008. Sentindo o perigo da perda total das conquistas, os equatorianos tomaram as ruas; e o regime responde à moda pura e dura neoliberal: com repressão em vários matizes, incluindo a força bruta.

É HORA DE A ONU SAIR DOS ESTADOS UNIDOS

Com uma perigosa administração de direita, de cariz fascista, no governo em Washington, rejeitando o direito internacional e a prática de consensos, chegou a hora de as Nações Unidas e as missões permanentes dos Estados membros mudarem para um local mais neutro.

DESIGUALDADE RACIAL MINA AS SOCIEDADES

Um estudo publicado recentemente nos Estados Unidos revela que as desigualdades raciais são factores que inibem o desenvolvimento das sociedades e impedem a economia de crescer de acordo com o seu potencial real. No entanto, as tendências agravam-se.

GANÂNCIA EMPRESARIAL RETARDA COMBATE AO ALZHEIMER

Cientistas da Pfizer apuraram que um medicamento já conhecido poderia ser usado com êxito no combate ao Alzheimer. A empresa bloqueou essa possibilidade porque já não poderia usufruir dos lucros em exclusivo.

NATO CONTINUA A MATAR NOS BALCÃS

A guerra contra a Jugoslávia terminou há 20 anos. Entretanto, a NATO instalou-se nas fronteiras da Sérvia, confiante na sua vitória, e o governo alemão proporcionou condições e um apoio financeiro para a construção de uma segunda versão do UCK, o grupo terrorista islâmico Exército de Libertação do Kosovo. Além disso, os rastos deixados pela Aliança Atlântica na sua “intervenção humanitária” continuam a matar.

SUICÍDIOS POR “TERROR PATRONAL” CHEGAM A TRIBUNAL

Privatizações geram “ondas de suicídios”. O julgamento de sete ex-executivos da empresa France Télécom que tem vindo a decorrer em França e aguarda sentença é um processo que senta no banco dos réus os métodos de “liberalização e flexibilização” do mercado de trabalho, a prática obsessiva de privatizações e o sistema neoliberal de “liberdade de mercado”, máximo lucro e desrespeito pelos direitos humanos.

WASHINGTON GABA-SE DO SOFRIMENTO DA VENEZUELA

O Departamento de Estado norte-americano publicou, e depois suprimiu, uma "lista de acções" de que se orgulha pelo sofrimento que provocam na Venezuela.

REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA E TECNOLOGIA DA REVOLUÇÃO

Bolsonaro provocou a saída dos médicos cubanos que ajudavam o povo brasileiro. Sendo Cuba o país com uma reconhecida qualidade de saúde, a decisão faz pensar...

PINOCHET CONTINUA A MATAR E O MÉTODO TORNOU-SE GLOBAL

A aplicação pura e dura do neoliberalismo estreou-se em 1973 sob a ditadura terrorista de Pinochet no Chile. A receita económica tornou-se global e continua a matar, por exemplo através da privatização da segurança social

O GOLPE ESCRAVIZA O BRASIL E MATA MAIS QUE UMA GUERRA

Em dois anos apenas, a estrutura golpista que impede o Brasil de eleger o seu presidente, eliminou todas as conquistas de 13 anos e devolveu o país à miséria e subserviência. Pior que uma guerra.

Iniciar sessão

Recuperar password

goto top