JORNAL DIGITAL DE INFORMAÇÃO INTERNACIONAL | DIRECTOR: JOSÉ GOULÃO

Domingo, 19 de Maio de 2019

O LADO OCULTO
ANTÍDOTO PARA A PROPAGANDA GLOBAL
O Lado Oculto é uma publicação livre e independente. As opiniões manifestadas pelos colaboradores não vinculam os membros do Colectivo Redactorial, entidade que define a linha informativa.
PORTUGAL PARTICIPA NO CONFISCO DE BENS À VENEZUELA

2019-05-12

Participação na extorsão, pelo Banco de Inglaterra, de 1359 milhões de dólares de ouro ao Estado venezuelano; confisco de 1543 milhões de euros pelo Novo Banco. Pelo menos três mil milhões de euros é o montante da delapidação de bens do povo venezuelano em que o governo de Portugal está envolvido, directa e indirectamente. Dinheiro que Caracas não pode usar para comprar medicamentos e outros bens de primeira necessidade e que é parte de uma guerra sem tropas, mas letal, conduzida pelos Estados Unidos. Os portugueses têm o direito de conhecer a realidade desta cumplicidade, mas o governo ainda tenta disfarçar, com o silêncio, que está ao lado da administração fascista norte-americana nesta atrocidade contra a democracia, os direitos humanos e a soberania dos povos

WASHINGTON GABA-SE DO SOFRIMENTO DA VENEZUELA

2019-05-10

O Departamento de Estado norte-americano publicou, e depois suprimiu, uma "lista de acções" de que se orgulha pelo sofrimento que provocam na Venezuela.

COMO A SUÍÇA DOMINA O MERCADO DO OURO

2019-04-06

Com menos de nove milhões de habitantes, sem ter uma única mina, não pertencendo à NATO e à UE, a Suíça é o maior exportador e importador mundial de ouro. As chaves do mistério.

VENEZUELA TROCA LISBOA POR MOSCOVO

2019-03-04

A Venezuela decidiu mudar os escritórios europeus da empresa petrolífera estatal de Lisboa para Moscovo, de modo a defender os seus interesses e activos

ESTADOS UNIDOS ROUBAM OURO À SÍRIA, VIA ISIS

2019-03-03

Ladrão que rouba a ladrão não deixa de ser roubo. É o que os Estados Unidos fazem, apropriando-se do ouro roubado pelo Isis ao Estado sírio.

RAPINA COLONIAL: DA PESCA DO SAARA AO OURO DA VENEZUELA

2019-02-13

A mentalidade colonial continua bem viva na Europa e nas Américas, e os velhos pretextos de proselitismo religioso transformaram-se em dogmas democráticos. E assim a União Europeia se apropria indevidamente de riquezas que não lhe pertencem não hesitando recorrer a regimes de ocupação, como são os de Marrocos e de Israel, e a mentalidades de dominação, como a norte-americana em relação à Venezuela e à América Latina em geral. Em poucos dias a União Europeia associou-se a processos de rapina das riquezas pesqueiras do território ocupado do Saara Ocidental e aos bens petrolíferos e em ouro do povo da Venezuela. Por alguma razão os regimes terroristas de Marrocos e de Israel e as práticas fascistas de Juan Guaidó são "democracias" preferidas de Bruxelas e de Lisboa, não apenas por arrastamento.

goto top

Recuperar password