O Lado Oculto é uma publicação livre e independente. As opiniões manifestadas pelos colaboradores não vinculam os membros do Colectivo Redactorial, entidade que define a linha informativa.

DERRUBE DO AVIÃO EM TEERÃO: HISTÓRIA MAL CONTADA

O Irão confessou: foram as suas defesas aéreas que abateram “por engano”, em 8 de Janeiro, o avião civil que fazia o voo 752 da Ukraine Airlines. Mas que circunstâncias externas interferiram na acção do operador do sistema de mísseis? Por que razão as comunicações do avião civil foram silenciadas? Estas e outras perguntas, associadas a factos que vão sendo apurados e a capacidades conhecidas da guerra cibernética, conduzem-nos para outros patamares de considerações; ou, no mínimo, para a constatação de que a história está muito incompleta, logo mal contada. As reflexões que se seguem, de alguém com experiência para saber do que fala, merecem ser conhecidas.

RÚSSIA MONTA SISTEMA DE EXCLUSÃO AÉREA SOBRE A SÍRIA

A Rússia já respondeu ao derrube de um avião de observação em missão sobre território sírio resultante de um ataque aéreo israelita; e a forma como o fez altera profundamente os dados da agressão internacional contra a Síria. O reforço da defesa antiaérea síria, através da entrega de sistemas S-300, e sobretudo a instalação de instrumentos avançados de detecção e interferência electrónica equivalem à criação de uma zona de exclusão aérea sobre o país. A partir de agora, Estados Unidos, França, Reino Unido e Israel terão de medir melhor as consequências antes de se aventurarem nas conhecidas "acções punitivas".

Iniciar sessão

Recuperar password

goto top