O Lado Oculto é uma publicação livre e independente. As opiniões manifestadas pelos colaboradores não vinculam os membros do Colectivo Redactorial, entidade que define a linha informativa.

O FASCISMO MASSACRA NA BOLÍVIA

Uma operação repressiva efectuada por uma força combinada de polícia e forças armadas provocou pelo menos cinco mortos e dezenas de feridos entre os trabalhadores rurais bolivianos que pretendiam alcançar a cidade de Cochabamba, como etapa de uma marcha até La Paz para manifestarem solidariedade com o presidente deposto, Evo Morales.

GOLPE ESCONDIDO COM TUDO DE FORA

A Bolívia já tem o seu Guaidó. Aliás, uma. Chama-se Jeanine Añez e autoproclamou-se presidente da República depois de se autoproclamar presidente do Senado numa sessão sem quórum. Diz-se que tudo decorreu segundo a Constituição. Diz-se até que todo o golpe que destituiu o presidente eleito com mais de 47% dos votos, Evo Morales, foi “de acordo com a Constituição” e em nome da “democracia”. Portanto, o golpe não foi um golpe, apesar do terrorismo e dos pronunciamentos militares, porque deu os resultados que os “democratas” pretendiam: para já, entronizar uma usurpadora.

Iniciar sessão

Recuperar password

goto top