O Lado Oculto é uma publicação livre e independente. As opiniões manifestadas pelos colaboradores não vinculam os membros do Colectivo Redactorial, entidade que define a linha informativa.

ATÉ AO ÚLTIMO DOS PALESTINIANOS…

O que está em curso há mais de setenta anos contra o povo palestiniano é um genocídio. Bárbaro. Impune. Ignorado. Branqueado por uma “comunidade internacional” que repudia o próprio direito pelo qual deveria guiar-se; e por uma comunicação social vesga e totalitária que tomou conscientemente o partido dos genocidas, pelo que chega ao comportamento perverso de acusar as vítimas de práticas terroristas.

UNIÃO EUROPEIA É CÚMPLICE DO APARTHEID ISRAELITA

O embaixador cessante de França nos Estados Unidos, Gérard Araud, não tem dúvidas: Israel é um Estado que pratica o apartheid; e a União Europeia é cúmplice dessa situação aviltante para os direitos humanos agindo como um súbdito dos Estados Unidos e da política terrorista de Israel. Outros diplomatas de Estados membros da União pensam da mesma maneira, mas nada disso se reflecte na acção de Bruxelas e dos governos dos 28. A colonização da Cisjordânia está prestes a transformar-se em anexação e a União Europeia, proclamando-se "farol da democracia", não mexe um dedo para impedir que tal aconteça.

VOTEM APARTHEID !

Eleições gerais em Israel. No editorial do Haaretz, o jornalista Gideon Levy denuncia que 100 dos 120 deputados defenderão a continuação do apartheid.

AFINAL OS ESTADOS UNIDOS FICAM NA SÍRIA

Trump avançou demasiado no marketing e o establishment corrigiu-o. Como seria de prever, tropas norte-americanas vão continuar na Síria

COMISSÃO DA ONU ACUSA ISRAEL DE CRIMES DE GUERRA

Actos cometidos por forças israelitas na repressão de manifestações palestinianas podem ser "crimes de guerra" ou "crimes contra a humanidade", conclui uma comissão da ONU

RELATÓRIO SECRETO DA UE RECONHECE “DISCRIMINAÇÃO” DOS PALESTINIANOS

Um relatório diplomático secreto da União Europeia revela que os palestinianos são vítimas de "discriminação" por parte de Israel e que a solução de dois Estados pode estar comprometida.

ISRAEL, ORDEM PARA MATAR

Os bombardeamentos israelitas contra a Síria não visam alvos iranianos, como afirma a propaganda; são parte da preparação para uma guerra de grande envergadura abrangendo também o Irão

CNN FAZ CENSURA PARA PROTEGER VIOLÊNCIA SIONISTA

A CNN despediu o comentador Marc Lamont Hill por defender um Estado único e secular na Palestina com direitos iguais para israelitas e palestinianos

PALESTINIANOS REFÉNS DO HAMAS E DE RAMALLAH

Israel prepara uma nova ofensiva contra Gaza enquanto se aprofunda a divisão entre o Hamas e a Autoridade Palestiniana, em prejuízo de todos os palestinianos

EXÉRCITO DE ISRAEL ABERTO A MERCENÁRIOS

Israel é um Estado de singularidades: não registou fronteiras, instaurou o apartheid, viola a lei internacional e tem ao seu serviço um exército onde podem alistar-se pessoas de qualquer nacionalidade invocando ter um progenitor ou um avô judeu.

Mais notícias...

Iniciar sessão

Recuperar password

goto top