O Lado Oculto é uma publicação livre e independente. As opiniões manifestadas pelos colaboradores não vinculam os membros do Colectivo Redactorial, entidade que define a linha informativa.

COMISSÃO DA ONU ACUSA ISRAEL DE CRIMES DE GUERRA

Actos cometidos por forças israelitas na repressão de manifestações palestinianas podem ser "crimes de guerra" ou "crimes contra a humanidade", conclui uma comissão da ONU

EUA E ISRAEL PREPARAM GUERRA NOS MONTES GOLÃ

Os Montes Golã, ocupados por Israel à Síria, são cenário de uma guerra anunciada e que terá também o Irão no horizonte. Os Estados Unidos preparam-se para reconhecer a anexação do território por Israel, sobretudo devido à existência já comprovada de importantes reservas de petróleo que Washington e Telavive acordaram explorar em consórcio. A anexação, além de violar o direito internacional, poderá ser o detonador de nova fase da guerra contra a Síria, que os Estados Unidos e Israel desejarão estender contra o Irão e o Hezbollah libanês.

ESTALOU O VERNIZ ENTRE O GRUPO DE VISEGRADO E ISRAEL

O novo chefe da diplomacia israelita, Israel Katz, detonou com declarações racistas uma iniciativa diplomática e ofendeu a comunidade hebraica da Polónia

NETANYAHU ANUNCIA “GUERRA COM O IRÃO”

Benjamin Netanyahu debateu com dirigentes de países árabes do Golfo "o interesse comum na guerra com o Irão".

OS TEMAS PROIBIDOS NO OÁSIS DE DAVOS

Existe uma relação directa entre os números crescentes de bilionários e de refugiados; uns voam de jacto para Davos; os outros afogam-se nas águas do Mediterrâneo

MANJIB: O IMPÉRIO DEVORA OS SEUS PRÓPRIOS SOLDADOS

Em plena polémica sobre a retirada das tropas norte-americanas da Síria, contra a qual se pronunciam desde os democratas a próximos de Trump, eis que um atentado "do Estado Islâmico" mata quatro soldados norte-americanos. Foi em Manjib, Síria, onde existe uma base militar norte-americana, além de ser uma região controlada por milícias curdas protegidas dos Estados Unidos e contrárias à retirada. Um atentado "conveniente", mais um numa guerra que está a servir de laboratório de operações "false flag", de bandeira falsa.

GAZA, SOLUÇÃO FINAL

Em Gaza há um povo em agonia que resiste ainda à selvajaria sionista, que avança rumo ao extermínio, à solução final. É isso que se percebe nas palavras de Benjamin Netanyahu proferidas em Paris na designada "Cimeira da Paz": "não há solução diplomática para Gaza". Perante um mundo mudo e quedo, o retinto fascismo sionista exige agora, através de uma "crise governamental", que o primeiro ministro vá até ao fim sem mais delongas. E o mundo continua a assistir, imóvel como um penedo.

ISRAEL E TRUMP QUEREM “EXTINGUIR” A QUESTÃO PALESTINIANA

A estratégia de Trump e Netanyahu para "resolver" a questão palestiniana apagando-a da realidade e da história está cada vez mais na ordem do dia

“ACORDO DO SÉCULO” OU CRIME DO SÉCULO?

Acordo do século? Não: crime do século que pretende eternizar uma limpeza étnica. Conheça pormenores deste exemplo de desprezo pelos direitos humanos e a ONU.

Mais notícias...

Iniciar sessão

Recuperar password

goto top